FALA SÉRIO!

Ao contrário do que diz Gladson, prefeitura de Rio Branco não se beneficiou de parcerias com governo

Diferente do que sustentou o governador Gladson Cameli (Progressistas), durante programa matinal da Rádio Aldeia FM, nesta segunda-feira (2), a prefeitura de Rio Branco não se inclui entre as beneficiadas por repasses financeiros feitos em sua gestão.  

Segundo a prefeita Socorro Neri (PSB), que atendeu à solicitação de informações do Diário do Acre sobre o assunto, as parceiras entre estado e município de Rio Branco se limitaram a cessão ou permuta de servidores e utilização do banco de horas de policiais militares que atuam no Terminal Urbano e outros espaços municipais – com ônus para a prefeitura, que repassa os valores correspondentes para a Polícia Militar.

Socorro Neri tem esperança de que município receba ajuda do governo/Foto: reprodução

Ao falar sobre os onze primeiros meses no cargo, Gladson assegurou ter feito parcerias com todas as prefeituras do Acre, “independente de cor partidária”. Segundo ele, seria a primeira vez que isso ocorre no estado depois de 20 anos de governos do Partido dos Trabalhadores.   

A prefeita Socorro Neri, porém, informou ao site que além de pagar o banco de horas da PM, ocorreu ainda este ano que a prefeitura teve que assumir a manutenção dos parques do Tucumã e Maternidade, da Avenida Amadeo Barbosa e da Via Chico Mendes, que estavam sob a responsabilidade do governo estadual.

Gladson: versão de que apoia todas as prefeituras não bate com os fatos/Foto: reprodução

A manutenção a que ela se refere inclui limpeza, reparos de passarelas e recuperação de pavimento, entre outros serviços.

“Espero que a parceria financeira que o governo do estado firmou com as prefeituras do interior possa contemplar a prefeitura de Rio Branco no próximo ano, uma vez que aqui reside quase metade da população acreana e temos um orçamento insuficiente para solucionar graves problemas de infraestrutura urbana e rural”, concluiu Socorro Neri.