Pediu pra sair!

Após polêmica sobre indicação para o Acreprevidência, Alércio Dias resolve deixar cargo

Após inúmeras críticas à nomeação feita pelo governador do Acre, Gladson Cameli (Progressistas), que abençoou o seu aliado político Alércio Dias com a presidência do Instituto Previdenciário do Acre (Acreprevidência), o advogado e pecuarista decidiu pedir para sair.

A nomeação havia sido feita à revelia dos deputados estaduais, como manda a lei, e ainda contra a pressão de alguns veículos de imprensa, que publicaram, de forma equivocada, que Alércio Dias fora condenado pela Justiça por improbidade administrativa.

Alércio não resistiu à campanha da mídia/Internet

Na manhã desta segunda-feira (15), o governador aceitou o pedido de demissão de Dias, e a portaria foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta manhã.

Na semana passada, Alércio Dias fez um desabafo por meio das redes sociais, no qual atacou a imprensa e se dizia, porém, tranquilo. Segundo o texto, ele deixa o governo ‘de cabeça erguida’, e com sua honra ‘intacta’.

Veja o Decreto de exoneração: