AMEAÇADA

Atacada por aliados de Bolsonaro, Sheherazade diz: "Nada foi tão violento"

Âncora do principal telejornal do SBT, o SBT Brasil, e ativa comentarista sobre os mais diversos assuntos nas redes sociais, Rachel Sheherazade diz que tem enfrentado ameaças constantes – inclusive de morte.

Em entrevista exclusiva a Leo Dias, a jornalista revela que sofreu ataques quando criticou carcereiros do sistema prisional do Pará, polêmica que a fez dar uma pausa em seu canal no YouTube e lhe rendeu inúmeras ações na Justiça —segundo ela, uma estratégia para calar sua voz.

“Entraram com diversos processos, em vários locais do Brasil. Essa é a forma de calar o jornalista. Quem sou eu, uma única jornalista sozinha na internet, para responder a tantos processos?”, questiona. “O poder sabe da força que ele tem para calar.”

Ela ainda afirma que vem enfrentando o descontentamento de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro – que garante nunca ter apoiado. “O tipo de ataque sórdido que eu sofri desde o [último] período eleitoral dos assessores e aliados do atual presidente é algo incomparável. Nada foi tão baixo, nada foi tão mesquinho, nada foi tão violento.” Disse.