Bola murcha

Atlético acreano segue sem vitória e se complica na Série C do Brasileirão

Quem acompanhou o Brasileirão Série C em 2018 estava acostumado a ver o Atlético acreano no topo da tabela, como um time difícil de ser batido: em 18 partidas disputadas foram nove vitórias, sete delas em terras acreanas. Com isso, a campanha lhe rendeu a classificação para a segunda fase do campeonato, mas acabou perdendo o acesso à Série B para o Cuiabá-MT.

Neste ano, mesmo tendo conquistado o título do campeonato estadual, o Atlético-AC vive uma realidade bem diferente. Apesar de o clube ter contratado reforços de peso para o restante da temporada, a equipe acumula seis jogos seguidos sem vitórias, ao perder para o Juventude por 3 a 0, neste sábado (1º), em Caxias do Sul (RS), o que a mantém na lanterna do Grupo B.

Reforços da equipe ainda não garantiram melhores resultados/Reprodução

A ida do meia-atacante Doka Madureira e a volta de Polaco para o Atlético acreano são exemplos de reforços na equipe. O desembarque de Doka ocorreu após longa passagem pela Turquia.

Juntos e misturados

A Série C do Campeonato Brasileiro reúne equipes das regiões Norte, Sul e Sudeste – e o desgaste físico decorrente das longas viagens pode ser um fator a explicar o fraco desempenho do Atlético.

Para tentar sair dessa situação, o Galo Celeste terá um desafio nada fácil pela frente: no próximo sábado (8) enfrentará, no Estádio Florestão, às 15 horas, o Paysandu, que briga na parte de cima da tabela e nesta segunda-feira enfrentará o São José-RS em casa.

O Papão Paraense é recém-rebaixado da Série B e nesta sexta-feira anunciou Hélio dos Santos como novo treinador para o resto da temporada, na tentativa de conseguir voltar para a segundona, disputando com o rival Clube do Remo, também do Pará, e atual líder do grupo.

Além de se preocupar em se manter na Série C, em julho o Atlético-AC também terá o compromisso de jogar a Copa Verde de Futebol, campeonato que reúne times da Região Norte. A equipe acreana foi convidada para o campeonato por ser a melhor colocada no estado pelo ranking da CBF. Rio Branco e Galvez também receberam convite por ser, respectivamente, campeão e vice-campeão do Campeonato Acreano 2018.

A participação na Copa Verde poderá prejudicar o compromisso da equipe atleticana na Série C, já que os rimes, em sua maioria no grupo, têm origem nas regiões Sul e Sudeste, e assim não terão que enfrentar o desgaste de um torneio paralelo.