IBGE

Cobertura pela rede de esgoto aumenta 2% e chega a 37,1% das casas do Acre

O total de residências acreanas ligadas a rede de esgoto subiu 2% de 2017 para 2018, passando para 37,1% dos 262 domicílios no Estado. O levantamento é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua) divulgada na quarta-feira, 22, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O estudo apontou a existência de 109 mil casas com fossas não conectadas a rede de esgotamento sanitário e outras 40 mil residências despejando os resíduos no meio ambiente.

O abastecimento diário de água via rede de tratamento atingia 39,7% das casas acreanas, outras 24,6% das moradias apontavam ter recebido água de quatro a seis vezes por semana.

O levantamento apontou para o crescimento de quase 5% do total de casas que usavam poço profundo, chegando a 16,4% do total de residências existentes no Estado. Os dados apontaram ainda que 18,9% dependiam de cacimbas e 5,5 de nascentes d’água.