Governo do Acre e Exército Brasileiro realizam capacitação conjunta de segurança pública

O governo do Acre, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), participa na qualidade de instrução do Curso de Formação de Cabos do 7º Batalhão de Engenharia de Construção (7° BEC). A ação acontece no Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, entre os dias 23 e 25 de maio.

Os policiais penais do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE), atuam como instrutores no curso, e auxiliam os aspirantes a cabo em atividades práticas que são executadas em presídios.

Caio Borges, coordenador do GPOE, explica que o objetivo que o Iapen e Exército Brasileiro buscam alcançar é preparar os futuros cabos no combate ao crime, em parceria com o sistema penitenciário.

Entre em um dos nossos grupos do Whatsapp e fique por dentro do que acontece no nosso município e em nosso Estado. [clique aqui]

“Em algumas ocasiões,  as Forças Armadas participaram dentro da Segurança Pública. Então, é importante esse tipo de conhecimento para que as duas organizações trabalhem em prol de um objetivo comum”, frisou.

Para o presidente do Iapen, Glauber Feitoza, essa é uma oportunidade em que os profissionais da escola do servidor podem passar o conhecimento adquirido dentro do sistema prisional.

“Temos 30 alunos do exército recebendo instrução de ambiente carcerário, manuseio e ação com calibre 12 e revista no âmbito prisional, coordenado pela Escola Penitenciária, com instrutores que são os nossos policiais penais de carreira”, explica.

Os policiais do Iapen são referência e especialistas no uso desse calibre, visto que é utilizado em larga escala nos presídios em todo o estado, e têm amplo conhecimento no manuseio e execução de ações com esse tipo de armamento.

Tópicos:

Nossa responsabilidade é muito grande! Cabe-nos concretizar os objetivos para os quais foi criado o jornal Diário do acre