Jovens se inspiram em Elon Musk, o homem mais rico do mundo que se assumiu de direita

Jovens no Brasil e no mundo se inspiram no bilionário Elon Musk, CEO da Tesla, Space X e agora do Twitter. O homem mais rico do mundo se assumiu de direita. Ele foi durante muito tempo, sinônimo de progresso da ciência e de investimentos. No Vale do Silício, celeiro californiano de startups, com soluções engenhosas e ultra tecnológicas para assuntos cotidianos, lhe renderam fama e seguidores no ambiente geek e politicamente progressista, especialmente nos Estados Unidos.

Mas nos últimos anos, deu uma verdadeira guinada à direita, assumindo cada vez mais opiniões polêmicas e até supostamente negacionistas sobre diversos temas, a pandemia e o Covid-19 não passaram desapercebidos pelo bilionário.

Durante a pandemia, Musk anunciou que promoveria a desobediência de milhares de trabalhadores à quarentena imposta pelas autoridades locais: “A Tesla está reiniciando a produção hoje contra as regras de Alameda County (onde a fábrica está localizada). Estarei na linha (de produção) com todo mundo. Se alguém for preso, peço que seja apenas eu”.

Dizem que a verdadeira conversão de Musk tornou-se definitiva quando postou no início de 2020 que havia “tomado a pílula vermelha”.

A frase é uma referência a uma cena do filme Matrix, em que o protagonista deve escolher entre a cápsula azul, para viver preso em um mundo de ilusões, ou a vermelha, para receber a revelação da verdade sobre a Matrix. Em um contexto de polarização política americana, “tomar a pílula vermelha” se tornou uma metáfora de posicionamento em favor da direita trumpista. O post do empresário foi replicado pela filha de Trump, Ivanka Trump: “Tomado”, ela escreveu.

O claro alinhamento ideológico de Elon Musk com pautas conservadoras e de direita que passam desde Donald Trump até Jair Bolsonaro  estão influenciando cada vez mais na gestão do seu novo grande negocio, o twitter. comprado na pultima semana pela bagatela de US$ 44 bilhões.

Musk defende que a plataforma adote uma política de liberdade de expressão mas deixou bem claro que quer que a empresa decepcione “igualmente” a extrema direita e a extrema esquerda.

Tópicos:

Nossa responsabilidade é muito grande! Cabe-nos concretizar os objetivos para os quais foi criado o jornal Diário do acre