ACABOU

Justiça determina o fim imediato da greve da saúde

A Justiça do Acre, através de liminar, suspendeu a greve dos servidores da saúde. A desembargadora Denise Bonfim determinou a imediata suspenção da paralisação, sob multa estabelecida em R$15 mil por hora de desobediência. A Justiça decretou ainda a desocupação do prédio da Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre), ocupado pelos servidores.

Governo

O governo do Acre pediu na Justiça a ilegalidade da greve e a desocupação do prédio da Sesacre. Em nota divulgada na tarde de ontem, terça-feira (10), disse que “continuará trabalhando para cumprir o propósito de alcançar melhorias para população na saúde pública”.

Sindicato

O Sindicato dos Servidores dos Trabalhadores em Saúde (Sintesac) convocou uma nova assembleia para decidir se irá recorrer da decisão.