Lula diz que meios de comunicação ‘vendem pessimismo’ sobre economia

Com a popularidade em queda, o presidente Lula criticou imprensa, durante uma reunião ministerial, nesta segunda-feira, 18.

O petista convocou o encontro depois de levantamento da consultoria Quaest informar que o governo é avaliado negativamente por 34% dos entrevistados. Em dezembro, o índice era de 29%.

De acordo com Lula, o evento é uma boa oportunidade para veículos informarem os supostos dados positivos de sua gestão.

“Eu acho que vocês vão ficar surpresos com o que aconteceu neste país, contra o pessimismo muitas vezes vendido através de determinados editoriais e através de determinados meios de comunicação”, disse o presidente, sem citar nomes. “Vocês vão perceber a surpresa para aqueles que não acreditam no que está acontecendo neste país. Este país vai crescer mais em 2024.”

Lula faz reunião ministerial e ataca Bolsonaro

Ao iniciar a reunião, Lula elogiou o trabalho de seus ministros e aproveitou para atacar o ex-presidente Jair Bolsonaro.

“Hoje, temos certeza de que o país correu sério risco de ter um golpe em função das eleições de 2022″, observou o petista. “E não teve golpe, não, só porque algumas pessoas não quiseram fazer, mas porque o presidente era um covardão.”

Tópicos:

Nossa responsabilidade é muito grande! Cabe-nos concretizar os objetivos para os quais foi criado o jornal Diário do acre