Será?

Lula poderá ser solto amanhã

O Supremo Tribunal Federal deve julgar nesta terça-feira (25), um pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O pedido, que foi apresentado em 2018, é um habeas corpus em que a defesa de Lula aponta a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da justiça, e questiona a atuação dele no processo em que o ex-presidente foi condenado.

O habeas corpus começou a ser julgado no ano passado e dois ministros da Segunda Turma já votaram contra conceder liberdade a Lula: Luiz Edson Fachin e Cármen Lúcia. O terceiro a votar na ocasião, ministro Gilmar Mendes pediu vista, o que paralisou o julgamento. Gilmar liberou o caso para julgamento no último dia 10. Além de Gilmar, ainda votarão os ministros Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.