Milho: comprador pressiona, e valores voltam a cair

Diante do menor interesse de compradores, os preços do milho voltaram a cair na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea.

No estado de São Paulo, pesquisadores do Cepea indicam que demandantes se mostram abastecidos, recebendo volumes do Centro-Oeste, e sem necessidade de comprar grandes quantidades no spot no curto prazo.

O movimento de baixa, contudo, foi limitado pela retração de muitos vendedores, que preferem armazenar o milho em detrimento de negociá-lo no spot. Pesquisadores do Cepea ressaltam que o setor nacional de milho está atento também ao clima na Argentina e nos Estados Unidos.

Na Argentina, a escassez hídrica no principal período de desenvolvendo do grão e, mais recentemente, o excesso de chuva em áreas prontas para a colheita levaram a Bolsa de Cereales a reajustar negativamente as estimativas de produção de milho no país – no entanto, a produção atual ainda deve ser 58,8% superior à safra passada.

Já nos Estados Unidos, é o baixo índice pluviométrico que segue preocupando os agentes, visto que produtores norte-americanos se preparam para iniciar a semeadura da safra 2024/25. 

Tópicos:

PUBLICIDADE

Preencha abaixo e receba as notícias em primeira mão pelo seu e-mail

PUBLICIDADE

Nossa responsabilidade é muito grande! Cabe-nos concretizar os objetivos para os quais foi criado o jornal Diário do acre