Não existe ninguém mais brasileiro do que o povo acreano, diz Nicolau na solenidade dos 62 anos do Acre

A solenidade que marcou a celebração dos 62 anos de emancipação política do Acre, reuniu autoridades, militares e populares no calçadão da Gameleira, na tarde deste sábado,15.

Ao lado do governador Gladson Cameli, o primeiro secretário da ALEAC, Nicolau Júnior,  compôs o dispositivo de honra e acompanhou a troca e o hasteamento da bandeira do Acre. O chefe do executivo entregou a medalha de grão mestre da Estrela do Acre para três personalidades, uma delas, a desembargadora Waldirene Cordeiro.

Nicolau Júnior, no discurso que fez durante o ato, destacou um pouco da história do  e lembrou que entre todos os estados brasileiros, o Acre é o único que lutou para fazer parte do território nacional.

“Não existe ninguém mais brasileiro do que o povo acreano. Nossa história de luta é um orgulho para todos nós. Hoje atravessamos um momento importante, de crescimento e de muito otimismo. A gestão do governador Gladson vem executando várias ações que convergem para o crescimento do estado e a melhora da qualidade de vida de todos nós. Tenho orgulho de ter nascido aqui. Parabéns a todos nós que somos um povo vibrante e acolhedor”, disse Nicolau.

Tópicos:

PUBLICIDADE

Preencha abaixo e receba as notícias em primeira mão pelo seu e-mail

PUBLICIDADE

Nossa responsabilidade é muito grande! Cabe-nos concretizar os objetivos para os quais foi criado o jornal Diário do acre