COLUNA VOCÊ SABIA?

Após 50 anos, perguntamos: O homem foi mesmo à Lua?

A data era 20 de julho de 1969, após 195 horas, 18 minutos e 24 segundos de voo às 22:53h no horário do Acre, a missão Apollo 11 conseguiu finalmente chegar na Lua, o voo foi um sucesso. Um homem de 38 anos chamado de Neil Alden Amstrong foi o escolhido para fazer o que jamais havia sido feito na história da humanidade, algo que nem mesmo acreditava-se ser possível.

Neil Amstrong. Imagem/Internet

No fim daquela noite, algumas horas depois do módulo lunar ter feito seu pouso em segurança nas terras rochosas do nosso satélite natural, o primeiro passo seria dado. “Um pequeno passo para um homem, um gigantesco passo para a humanidade”, diria Amstrong em suas primeiras palavras na Lua.

O Você Sabia? de hoje é uma homenagem aos 50 anos dessa data fatídica para a nossa história e que levanta suspeitas e teorias de conspirações em grande parte da população. O homem foi mesmo à Lua? Nos perguntamos hoje, muitas pessoas acreditam que tudo faz parte de uma produção cinematográfica para nos enganar, vamos conferir alguns fatores que fazem surgir essa dúvida.

Por que o homem só foi a Lua uma vez?

Esse é sempre um questionamento clássico dos céticos, mas exclusivo dos desinformados. A missão Apollo 11 é sem dúvidas a mais famosa, por ter sido a pioneira, mas a resposta para esta pergunta é na verdade uma correção: o homem foi à lua no total de SEIS VEZES. Isso mesmo, Apollo 11 em julho de 1969; Apollo 12 em novembro de 1969; Apollo 14 em fevereiro de 1971; Apollo 15 em agosto de 1971; Apollo 16 em abril de 1972 e finalmente Apollo 17 em dezembro de 1972. No total, 11 pessoas já caminharam sob a Lua ao longo de 4 anos.

Por que o homem não pisa mais na Lua hoje?

A resposta é muito simples: não há o que se fazer lá! Enviar uma nave tripulada ao satélite é extremamente caro, muito caro mesmo e não há motivos para que continue sendo gasto tanto dinheiro e arriscando vidas humanas que levaram anos de investimentos em estudos, uma vez que já se sabe tudo o que precisa saber sobre a Lua e qualquer informação adicional pode ser capturada pelos inúmeros robôs que exploram seu território. Planos de retornar à Lua estão sendo feitos, mas como preparação para missões de exploração em Marte.

Onde estão as estrelas nas fotografias da Lua?

Os que bancam mais espertos percebem de cara que nas fotografias retiradas da Lua o ‘céu’ está sempre escuro e como a Lua não possui atmosfera, as fotografias deveriam mostrar nitidamente as estrelas no céu e já surge logo a dúvida: se daqui da Terra podemos ver as estrelas, por que da Lua não vemos?

Imagem/Internet

Na verdade essa é uma questão de limitação fotográfica, elas estavam lá, mas uma câmera não consegue capturar detalhes em um intervalo de tons claros e escuros. Resumindo, para que a câmera pudesse capturar a claridade do solo lunar onde os astronautas estavam, precisou ofuscar o brilho das estrelas. Um exemplo, tente tirar uma fotografia com seu celular ao lado da sua TV, você vai perceber que se você aparecer na imagem com clareza, a imagem que aparece da TV sai com brilho muito alto e não é possível ver o que tem nela. Por outro lado, se você focar na imagem da TV, a tendência é que você não apareça com clareza na fotografia.

Se na Lua não tem vento, como pode a bandeira estar ondulada?

Uma observação coerente, mas que já foi explicada. A bandeira na verdade está parada e só faz as “ondas” quando algum astronauta a toca. A bandeira em território lunar não está sujeita a resistência do ar, logo ao ser tocada ela se moverá como qualquer outra bandeira, o movimento continua após o astronauta retirar a mão devido a haste ser de alumínio flexível.

Se a Lua é outro astro, por que o solo se parece tanto com um deserto na Terra?

Pegada na lua. Imagem/Internet

A Lua é um satélite natural feito de rocha assim como os planetas Mercúrio, Vênus, Terra e Marte. Além do mais, uma das teorias mais aceitas para a origem da Lua é que ela tenha se formado após uma colisão do planeta Terra com um outro corpo há 4,6 bilhões de anos. A colisão teria sido tão grande que parte do núcleo da Terra se perdeu, sofrendo um processo de condensação e entrando em órbita, ou seja, Terra e Lua podem ter a mesma origem.

 

A temperatura na Lua pode chegar aos 120ºC, como é possível o homem ter pisado lá?

Não seria possível se levarmos em consideração que a Lua não é como uma viagem à Fortaleza do Abunã que você pega o carro e vai sem saber se vai chover o fim de semana todo. Há um grande planejamento para essa viagem que inclui vestimentas preparadas para esse tipo de problema e um estudo para que os astronautas chegassem à superfície lunar durante uma hora em que a temperatura não era, evidentemente, tão alta.

Considerações finais

Cada um tem direito de acreditar que o homem pisou na lua ou não, como se pode observar no texto, este colunista acredita fielmente que a missão tenha sido um sucesso por questão de não ser nenhuma tarefa impossível, embora seja cara. Os satélites artificiais como o ISS provam que é possível equipamentos criados pelo homem chegarem ao espaço. A Lua é um astro que está a 384.400 Km de distância da Terra, aproximadamente 92 vezes a distância entre Rio Branco e Fortaleza no Ceará, a diferença é que à Lua você viaja em um veículo capaz de chegar a 28.440 Km/h.

Mas queremos saber, conhece alguma outra evidência do homem ter ido ou não à Lua? Gostaria de refutar algum dos argumentos? Discorda de algo na coluna? Tem sugestão para próximos temas? Escreva pra gente nessa caixa abaixo, todas as mensagens serão mostradas e respondidas através de stories em nosso instagram: @diariodoacre.