Desarticulando o crime

Operação Erário investiga pagamento de mensalidades a organização criminosa que atua nos municípios do Juruá

Agentes da Polícia Federal deflagraram na manhã desta terça (15), em Cruzeiro do Sul, uma operação que objetiva desarticular organização criminosa que atua no tráfico de drogas no Vale do Juruá. Integrantes da Companhia de Operações Especiais (COE) e da Polícia Civil de Mâncio Lima participaram da ação.

A Operação Erário cumpriu 23 mandados judiciais, sendo 14 de prisão preventiva, um de prisão temporária e oito de busca e apreensão.

Mais prisões podem ocorrer a qualquer momento, segundo a PF/Internet

Até a o final da manhã desta terça, 12 mandados de prisão já haviam sido cumpridos. A expectativa é de que esse número aumente no decorrer do dia, já que as equipes da PF, COE e Polícia Civil permanecem nas ruas.

As ações policiais ocorreram nas cidades de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Tarauacá e também em Porto Velho, capital de Rondônia.

Em quase dois anos de investigações, a Polícia Federal teria constatado movimentações financeiras de pessoas acusadas de arrecadar recursos para a organização criminosa, por meio da cobrança de mensalidades dos seus membros. Segundo a PF, esses recursos eram repassados para outros integrantes do grupo e usados para operar as atividades ilícitas da quadrilha.

Com informações da assessoria de imprensa da Delegacia de Polícia Federal em Cruzeiro do Sul