PIB do agronegócio tem queda de 2,99% em 2023, apontam CNA e Cepea

PIB do agronegócio, que reúne o resultado econômico do setor insumos, produção agropecuária, agroindústria e serviços, registrou queda de 2,99% em 2023, segundo dados divulgados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

De acordo com os pesquisadores, o desempenho do agronegócio foi afetado negativamente pela queda dos preços em todos os segmentos e “só não se agravou devido à excepcional produção agrícola e ao crescimento na produção pecuária e laticínios e no volume de abates”.

Com o resultado, o agronegócio reduziu sua participação no PIB nacional de 25,2% em 2022 para 23,8% no ano passado. Por segmento, o setor de insumos foi o mais afetado com queda de 23,57% refletindo os menores preços de fertilizantes, insumos, rações e a baixa produção de máquinas agrícolas.

Também houve queda de 1% no PIB do setor primário e de 2,05% na indústria. Já na indústria pecuária, o resultado foi positivo, com crescimento de 4,07% atribuído pelos pesquisadores à redução nos custos com insumos.

Tópicos:

Nossa responsabilidade é muito grande! Cabe-nos concretizar os objetivos para os quais foi criado o jornal Diário do acre