Protesto

Policiais civis realizam manifestação em frente à Assembleia Legislativa por direitos iguais aos dos militares

Policiais civis do Estado estão realizando um protesto na manhã desta terça-feira (25), em frente ao prédio da Assembleia Legislativa. O alvo do manifesto é o texto apresentado na Comissão Especial do Congresso Nacional, que segundo o presidente do sindicato dos policiais civis do Estado do Acre, Tíbério César, priva a categoria de vários direitos que foram dados aos militares por exercerem atividades de risco.

Tibério diz que a paralisação é uma determinação da confederação dos policiais civis (Cobrapol) e acontece em todos os Estados e também no DF. “O texto retirou direitos dos policiais civis e das famílias dos policiais. Em contrapartida, aos militares das Forças Armadas e militares estaduais, foi dada uma regra providenciaria protetiva, resguardando direitos por eles exercerem atividade de risco. E isso nós não aceitamos”.

Policiais civis em frente à Aleac

O presidente diz que a policia civil também exerce atividade de risco. “O que nós queremos é a isonomia de tratamento” Finalizou Tibério. Os policiais prometem que permanecerão por 24 horas “acampados” em frente à Aleac.