Regularização ambiental rápida: produtor rural volta ao mercado em tempo recorde

Em uma entrevista recente ao programa Planeta Campo, Thaís Andrade de Almeida, analista de sustentabilidade dos Escritórios Verdes, compartilhou um caso notável de regularização ambiental. Um produtor rural, que enfrentava bloqueios para comercializar seus animais devido a problemas de desmatamento, conseguiu resolver sua situação em apenas quatro dias. Este feito impressionante foi alcançado com o auxílio dos Escritórios Verdes e do Programa de Reinserção e Monitoramento (PREM) do Instituto Matogrossense da Carne (IMAC).

Thaís destacou que a regularização ambiental no estado de Mato Grosso geralmente é um processo demorado, muitas vezes levando meses ou até anos. No entanto, a adesão ao PREM, que oferece uma espécie de “voto de confiança” para que produtores possam retomar suas atividades comerciais enquanto continuam a resolver pendências ambientais, foi crucial para este resultado rápido.

Durante a entrevista, Thaís também mencionou outros casos de sucesso na região de Pontes e Lacerda e Araputanga. Em 2024, os Escritórios Verdes já atenderam 272 produtores que puderam voltar a comercializar. Ela citou especificamente um caso recente de um produtor que tinha sua propriedade embargada pela Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) e que, com a orientação adequada, conseguiu levantar o embargo e retomar suas atividades.

Os Escritórios Verdes continuam a oferecer suporte aos produtores da região, ajudando-os a superar desafios ambientais e a regularizar suas propriedades. Para mais informações ou para entrar em contato com Thaís Andrade de Almeida, os produtores podem ligar para (65) 99642-1845.

Esta entrevista evidencia a eficácia dos programas de reinserção ambiental e o impacto positivo que a colaboração entre produtores e consultorias ambientais pode ter na sustentabilidade e na economia local.

Tópicos:

PUBLICIDADE

Preencha abaixo e receba as notícias em primeira mão pelo seu e-mail

PUBLICIDADE

Nossa responsabilidade é muito grande! Cabe-nos concretizar os objetivos para os quais foi criado o jornal Diário do acre