FELIZ ANO VELHO

Rifado, Thiago Caetano vê minguar possibilidade de concorrer à prefeitura de Rio Branco

Thiago Caetano deixa de ser oficialmente, a partir desta sexta-feira (27), o titular da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra). Recebeu do governador Gladson Cameli (Progressistas) a promessa de ocupar uma secretaria especial, de onde poderia tecer os cordames de sua almejada candidatura à prefeitura da capital.

Por enquanto, porém, Caetano ficará a ver navios, já que não emplacou na Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Rural – a recém-criada pasta em um governo eleito sob a promessa de redução do tamanho da máquina e da quantidade de cargos em comissão.

Exoneração de Caetano sepulta suas pretensões de disputar a PMRB/Foto: reprodução

O discurso oficial aponta para a planificação do terreno político em favor daquele que fora anunciado como o nome da estrita confiança de Cameli para disputar a prefeitura de Rio Branco. Mas nos bastidores, a versão dominante é bem diferente daquele.

Segundo fonte do Diário do Acre com livre trânsito no Palácio Rio Branco – e que pediu para ter o nome preservado –, Caetano caiu devido à insatisfação do governador com o andamento de alguns projetos importantes para o estado. Não se sabe se por responsabilidade dele ou de outro gestor, demandas que trarão investimentos públicos para o Acre ficaram sem respostas. E então lhe foi apontada a porta de saída.

Junto com o cargo, ele perde também a oportunidade de disputar a prefeitura da capital com as bênçãos de Cameli e o apoio da máquina estatal.