Vai cair!

Rodrigo Maia diz que câmara não aprovará projeto que elimina multa para motorista que dirigir com criança sem cadeirinha

“Não prevalece, tudo que tratar de segurança, que impactar nisso, não tem chance de prosperar”, é o que disse o presidente da câmara federal o deputado Rodrigo Maia (DEM) sobre projeto apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que elimina multa para motoristas que transportarem crianças sem o uso da cadeirinha.

O projeto de lei que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) foi apresentado pelo presidente na terça (4) e em uma das propostas sugere alterar o artigo 64 no trecho que diz que crianças até 7 anos e meio, devem ser transportadas nos bancos traseiros e com cadeirinha adaptada ao tamanho e peso e crianças entre 7 anos e meio e 10 anos serão transportadas nos bancos traseiros e utilizarão cinto de segurança. Hoje, se for autuado o condutor receberá uma infração gravíssima, levando 7 pontos na carteira e multa de R$ 293,47.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso da cadeirinha pode reduzir em até 60% a chance de morte de crianças em acidentes de trânsito.