Conta que não fecha

Rombo no Acreprevidência: para cada servidor que recebe R$ 3 mil, há um inativo com remuneração de R$ 4 mil

Todos os políticos sempre falaram sobre o rombo no Acreprevidência, mas o que não havia sido divulgado é que, em média, um servidor da ativa recebe cerca de R$ 3 mil, enquanto os inativos receberiam R$ 4 mil. A informação foi divulgada pela Federação da Indústria do Rio de Janeiro (Firjan).

Com uma matemática difícil de fechar, o déficit anual chega a R$ 300 milhões, com isso o governo do Estado precisa incluir recursos do orçamento para pagar os aposentados e pensionistas. Assim, cada acreano acaba contribuindo de forma indireta com R$ 357 por ano.

Déficit anual da previdência estatal é de R$ 300 milhões/Internet

De acordo com os dados, cada servidor da ativa no estado precisa sustentar quase um aposentado ou pensionista.

A Firjan ainda apontou que a maior parte do orçamento do Estado precisa pagar salários, encargos e aposentadorias, fazendo com que falte dinheiro para a saúde, educação e segurança pública.

Em 2017, o Acre ultrapassou o limite de 60% dos gastos com a folha de pagamento e em 2018 teria chegado a 57%.