Diferença

Sem Fagner Calegário, debate sobre CPI da Energisa ‘esfria’ na Assembleia Legislativa do Acre

Sem a participação do deputado Fagner Calegário (PV), na sessão realizada na manhã desta terça-feira, 23, em que se esperava um novo embate entre parlamentares, acabou esfriando. Alguns governistas teriam se irritado depois de comentários acalorados nas últimas sessões da semana passada, chegando a ameaçar de denunciar ao Conselho de Ética o representando do PV na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

Alguns meios de comunicação atribuíram a Calegário a afirmação segundo a qual alguns deputados da base do governo teriam recebido propina para votar contra a abertura da CPI do aumento da tarifa de energia. O parlamentar, porém, desmente a informação, afirmando que não falou em propina e que possui as notas taquigráficas para comprovar.

Parlamentar está em Manaus para participar de encontro de empresários/Internet

O próprio PV endossou a legalidade do discurso do deputado, argumentando que ele não fez qualquer acusação relacionada ao pagamento de propina aos deputados contrários à CPI.

Fagner Calegário está em Manaus, capital do Amazonas, onde participa do Fórum Regional das Empresas de Asseio e Conservação da Região Norte