MEU ACRE QUERIDO

#TBT do Acre: Tentamen

Quem não gosta de sair para curtir a noite e dançar? Nos dias atuais temos as casas noturnas que tanto embalam os jovens acreanos, mas nos anos 50 nossos avós tinham a Tentamen. Hoje, quinta-feira, é dia de Throwback Thursday (TBT), expressão em inglês para “Quinta-feira do Retorno” onde vamos fazer uma viagem no tempo para relembrar a história do nosso querido Acre.

Imagem/Internet

Sociedade Recreativa

Durante o Ciclo da Borracha as atividades de entretenimento no Acre eram precárias, o trabalho era árduo e pesado e cada vez mais sentia-se a necessidade de ter um espaço de lazer para as famílias. Em 1920 surgiam as primeiras ideias de criar um clube recreativo para Rio Branco.

Dr. Mário de Oliveira

Colocar a ideia em prática, então, não era uma tarefa fácil para a época e várias tentativas vinham sendo feitas. Somente em 1924, um grupo liderado pelo poeta, jornalista, advogado e educador Dr. Mário de Oliveira conseguiu concretizar os planos, porém, ainda lhe faltava um nome.

Devido as várias tentativas que fizeram ao longo dos quatro anos para inaugurar o espaço, o grupo deu o nome ao local de Tentamen – expressão em latim que refere à tentativas.

A Tentamen

Após a sua inauguração no dia 11 de abril de 1924, a Sociedade Recreativa Tentamen era muito frequentada por seringueiros, comerciantes e seringalistas e foi palco de grandes eventos sociais de Rio Branco, como formaturas, jantares importantes, aniversários, festas juninas e a festa que cravou no casarão da Rua 24 de Janeiro na Seis de Agosto sua  maior fama: os bailes carnavalescos.

Restauração e Tombamento

Após seu auge nos anos 50 e 60, como muitos lugares históricos no Estado, a Tentamen acabou ficando a mercê do tempo. Sua primeira recuperação ocorreu em 1984 e após a reforma, a administração do espaço passou a ser da então Fundação de Desenvolvimento e Recursos Humanos da Cultura e do Desporto, que em 1999 passou a ser chamada de Fundação Elias Mansour.

Em 2016, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) entregou ao governo do Acre o termo de convênio que garante o estudo da restauração do Tentamen e abertura dos processos de tombamento. Ainda assim, no momento, infelizmente o estado de conservação do local voltou a ficar crítico.

Imagem/Internet